Cantora ligada à região gravou EP no Canadá

0
74
A artista, que viveu infância no Bombarral, mora, desde o verão passado, na cidade canadiana de St. John’s

Nico Paulo apresenta o novo EP “Live at First Light”, disponível online a partir de 20 de março

Nico Paulo nasceu em Toronto mas cresceu no Bombarral. A cantora e compositora vive na cidade canadiana de St. John’s e acaba de lançar o segundo EP “Live at First Light”, que vai estar disponível online a partir do próximo sábado.
A artista compõe os próprios temas que refletem sobre a “casa”, o lar e o “estar presente” numa forma física e espiritual. Nas canções, Nico fala também de amor, estabilidade, foco e novos inícios.
Por enquanto, só se dedica a temas em Inglês e diz que, apesar de adorar a língua de Camões, se sente “vulnerável” quando escreve em Português.
Aos 28 anos, Nico Paulo também escreve sobre memórias. Crescer com a avó inspirou-a no tema “Please Don’t Forget” do seu primeiro EP, editado no ano passado. Aborda outros temas, como as saudades do mar e o choque cultural que sentiu ao chegar a Toronto, ideias presentes nas músicas “Wave Call” e “The City” do mesmo EP.
O single “Please Don’t Forget” bem como o EP de estreia “Wave Call” saíram no ano passado e estão disponíveis nas plataforma de streaming online.
A artista esteve em digressão pela Europa durante os meses de janeiro e fevereiro do ano passado, onde apresentou o seu EP de estreia.

Bombarralense gostava de atuar no CCC e de voltar a cantar no Eduardo Brazão

A tour foi iniciada em Portugal, passou no Bombarral e na “Capela Madre Deus”. Ainda atuou noutros palcos, como MusicBox em Lisboa e no café da Casa da Música do Porto ou o Atlas Hostel em Leiria. Seguiram-se concertos em Londres, Dublin, Paris, e Berlim. Tinha vários concertos marcados no Canadá para o resto do ano de 2020 mas, “a maioria foi cancelada devido à pandemia”.
A autora, que viveu no Oeste até ingressar no ensino superior, começou a cantar cedo, na escola, ou no teatro, no coro da igreja ou dos escuteiros.
Fez o ensino secundário na Secundária Raul Proença nas Caldas e deslocava-se diariamente de comboio para o Bombarral. Participou em bandas de covers, com quem atuava em bares da região. Formou-se em Design no IADE, fez erasmus no Vale do Tirol, na cidade austríaca de Dornbirn. Voltou a ter uma banda com estudantes de outros países e chegou a tocar vários concertos.
Em 2013, Nico Paulo decidiu regressar ao Canadá, onde começou por trabalhar em design.
“Saltitei de uma agência de design para outra, de projeto para projeto, cantarolando aqui e ali”, recordou, acrescentando que trabalhou para a IKEA durante três anos na área de Design de Comunicação.
“Comecei a tocar guitarra sozinha e fui nutrindo a música e as artes”, contou a autora, que, para além do projeto a solo, é a “backing vocalist” e percussionista da banda de Tim Baker, nas digressões pelo Canadá, Estados Unidos da América e Europa.
Nico, que mantém a ligação ao Oeste através da família e amigos, gostava de atuar no centenário Teatro Eduardo Brazão no Bombarral. “Tenho vídeos enquanto pequena a cantar naquele palco”, recordou a autora, que também gostava de dar a conhecer a sua música nos palcos secundários do CCC e de alguns festivais de verão, como Paredes de Coura. ■

 

Perfil

Nico Paulo Designer e artista

A cantora e compositora é ainda freelancer em Design Gráfico, Cenografia, Artes Plásticas e Direção Criativa. Dá prioridade à música e está a finalizar um novo álbum em formato LP.
Mora em St. John’s (São João) desde o verão passado, com o namorado, tambem músico e compositor. Foi-lhe sugerido que se candidatasse a uma residência artística que conseguiu e que acabou por resultar neste EP, “Live at First Light”.