Futebol: A-dos-Francos soma empate no último jogo da primeira fase

0
248

A equipa de futebol feminino do A-dos-Francos empatou a uma bola na receção ao Ouriense, na última jornada da 1ª fase da Liga BPI. As caldenses conseguiram conquistar o primeiro ponto da época. Segue-se a fase de manutenção, na qual a equipa irá tentar manter-se na elite do futebol nacional.

Num bom início de jogo, descomplexado, as duas equipas entraram bem em campo. Do lado das de Ourém, houve uma bola no poste no primeiro minuto, na resposta o A-dos-Francos a ficar perto do golo também, num remate de Fernanda, a tentar tirar proveito do adiantamento de Bárbara. A primeira parte foi assim mesmo, com a bola a rondar as duas balizas, mas a não entrar em nenhuma e com a guardiã Maryia, na baliza caldense, a responder bem às solicitações.

No regresso das cabines voltou a entrar melhor o Ouriense e, logo aos 46’, numa recarga, Lúcia inaugurou o marcador.

O jogo manteve a toada de parada e resposta, com as caldenses a tentarem tudo para entrar na discussão da vitória. Perto do final, Sofia Silva (que já representou o A-dos-Francos, assim como Ana Beja, Maria Baleia e Jeka), negou o empate, com um corte de cabeça em cima da linha, após um canto na esquerda. Só que aos 89’ uma arrancada de Fernanda na esquerda do ataque iria permitir-lhe ficar sozinha na cara da guardiã e obrigou Sofia Silva a cometer falta na área. Na conversão da grande penalidade, a capitã Catarina Lopes não tremeu e atirou a contar, conseguindo o primeiro ponto da época para as caldenses e uma nova esperança para a fase que se segue.

Mauro Pulquério é um rosto conhecido do futebol na região e é o novo treinador do A-dos-Francos. O técnico superior na Câmara Municipal de Rio Maior, com 57 anos, assumiu os destinos da equipa numa fase complicada e admite que foi surpreendido pelo convite, que decidiu aceitar pelo desafio de treinar futebol feminino (que era o único que lhe faltava, tendo já treinado todos os escalões de formação e seniores), mas também pelo desafio de manter a equipa na elite do futebol feminino nacional.

“Vamos esperar pelo sorteio da segunda fase, preparar a equipa o melhor possível e fazer tudo por tudo para nos mantermos na Liga BPI”, disse o técnico, que já treinou Rio Maior, Beneditense e mais recentemente esteve no Farense, acabando por dedicar-se mais ao dirigismo. “Sou desta zona e se puder dar um contributo para o A-dos-Francos e para o futebol feminino, cá estarei”, disse Mauro Pulquério.