Desporto continua, mas só nas provas profissionais

0
157
A equipa principal do Caldas continua em atividade e recebe este domingo o Sintrense

Caldas, A-dos-Francos, Sp. Caldas, Burinhosa e HC Turquel prosseguem campeonatos. Prática desportiva de lazer ou manutenção, só é possível se for individual e ao ar livre

Como esperado, as novas medidas de combate à pandemia de covid-19 suspenderam grande parte das competições desportivas, assim como os treinos das equipas que competem nessas provas. Mas há exceções e mesmo a atividade física individual no exterior não foi posta de parte, embora tenha limitações.
No primeiro confinamento, toda a atividade desportiva foi congelada, o que impediu que todas as competições, à exceção da 1ª Liga de futebol, pudessem chegar ao fim. Desta vez, a decisão foi diferente por parte do Governo. As competições foram suspensas, mas com exceções mais alargadas. Todas as competições profissionais podem continuar a sua atividade normal. Em Portugal, apenas as duas primeiras ligas de futebol têm estatuto profissional, mas são equiparadas a profissionais todas as primeiras divisões nacionais, masculinas e femininas, das diversas modalidades, assim como as seleções nacionais.
Todas as restantes estão suspensas, por enquanto até 31 de janeiro, dia em que termina a vigência do atual Estado de Emergência, mas que deverá ser renovado pelo menos por mais duas semanas.
Na região, ficam, assim, com competição e a poder treinar as equipas principais de futebol masculino do Caldas SC, Torreense e Lourinhanense e feminino do A-dos-Francos, de voleibol do Sp. Caldas. Podem ainda competir a Burinhosa, no futsal e o HC Turquel no hóquei em patins. As Taças de Portugal de futsal e de hóquei em patins, embora envolvam equipas que podem competir foram já suspensas pelas respetivas federações. Podem ainda continuar em treino e competição os atletas de modalidades individuais praticadas ao ar livre, como o ténis.
Já as provas de cariz regional estão suspensas. Ainda na quinta-feira, 14 de janeiro, a AF Leiria anunciou a suspensão de todas as provas que organiza e os diversos clubes que nelas participavam suspenderam os treinos.
A decisão encerra também ginásios e as atividades desportivas de lazer e manutenção. No entanto, há exceções e ainda é possível praticar desporto fora de casa, desde que dentro de alguns limites.
Todas as atividades passíveis de realizar de forma individual e ao ar livre continuam a poder ser realizadas. São os casos do ciclismo, da corrida ou caminhadas, mas também o ténis, ou o surf.
Tirando estas, a melhor forma de continuar a manter uma mente sã em corpo são em casa, durante o confinamento, é seguir as redes sociais e as plataformas digitais das coletividades e dos ginásios que voltam a disponibilizar treinos online.