Peniche embateu na muralha de Óbidos

0
653

AE ÓBIDOS                1
Ruben, Rafael Lourenço, Nuno Lopes, Ricardo Santos, Jeffrey, Dani (C), Bruno Santos, André Cruz (Maçãs), João Luís (Rui Vieira), Perdiz e Marcelo (Patacho)
Suplentes não utilizados: Duarte e Tiago Vasquez
Treinador: João Madruga. Treinador Adjunto: João Pinto. Delegado: Jorge Munhá. Massagista: Manuel Caeiro

GD PENICHE              1
César, Fred, Marco, Rui, Cardoso, Marinho (Gustavo), Luis (C), Telmo (Gaspar), Paulinho (Amar), Tiago e Valdir.
Suplentes não utilizados: Paulo, David e Carlos.
Treinador: Vitor Martins. Delegado: João Viola

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: André Perdiz e Valdir

noticias das CaldasA AE Óbidos recebeu no passado Domingo a equipa do Peniche para se defrontarem na 18ª jornada da Divisão de Honra Distrital, repartindo os pontos no bom jogo de futebol com muitos lances de emoção e polémica à mistura.
O Peniche desde cedo teve a iniciativa de jogo, conseguindo alguns lances de cruzamentos para a área do Óbidos com perigo, principalmente através de lances de bola parada. O Óbidos foi remetido ao seu meio campo onde evidenciou uma boa organização defensiva, no entanto quando podia espreitava o contra-ataque, criando perigo para a baliza do Peniche. Antes do intervalo o árbitro decidiu ser protagonista e assinalou penalti a favor da equipa visitante, quando num canto viu uma luta de posição entre Bruno Santos e o atleta de Peniche, Paulinho chamado à conversão falhou a baliza e pouco depois chegou o intervalo.
O Óbidos surpreendeu o Peniche nos primeiros 15 minutos da segunda parte fazendo uma pressão muito alta, conseguindo assim criar várias ocasiões de golo, que chegou por André Perdiz de cabeça ao segundo poste a encostar um cruzamento bem medido de Marcelo.
Se a tarefa já estava muito difícil para o Peniche ainda ficou mais. Os seus atletas procuraram entrar na bem organizada defensiva do Óbidos de várias formas, mas só através de livres e cantos conseguiam por Ruben à prova, até que perto do final, depois de um livre lateral, num lance muito confuso em que Valdir consegue introduzir a bola na baliza com o braço, o árbitro e o seu assistente validaram o golo, chegando assim o empate. Até final foi um jogo de muita luta e emoção, com os atletas a verem muitos cartões amarelos e um vermelho a Rui Pinto do Peniche depois de falta grosseira.
As duas equipas estão de parabéns pela entrega que tiveram ao jogo, presenteando os espectadores com um jogo de futebol emotivo.
A equipa senior é patrocinada pela ProPortugal, Anselmo das Molas, Escola de Condução Rafael Bordalo Pinheiro e Mastertest.