Taça de Portugal: Caldas segue para a 2ª eliminatória

0
203
Gonçalo Chaves marcou de grande penalidade e sofreu outra

O Caldas apurou-se este sábado para a segunda eliminatória da Taça de Portugal ao vencer em Abrantes (2-4), mas com susto pelo meio.

Os caldenses não facilitaram e entraram em campo de forma dominadora, controlando de forma total a posse de bola e procurando o golo, que surgiu, por duas vezes na primeira parte, da marca de grande penalidade. A primeira (27′) a castigar falta sobre Gonçalo Chaves, cobrada por João Tarzan. A segunda, a punir corte com o braço de Leandro Ramos, cobrada por Gonçalo Chaves.

Mas a segunda foi diferente. O Abrantes reduziu (54′) pelo central António Matos, a desviar ao primeiro poste um livre lateral à esquerda do ataque do Abrantes e oito minutos depois chegou ao empate com um remate de muito longe por Miguel Séninho.

O Caldas carregou à procura do golo da vitória no tempo regulamentar, mas foi mesmo forçado a horas extra. Aí, o Caldas não permitiu mais veleidades e selou o apuramento com dois golos de João Tarzan, um no segundo minuto e outro no último da primeira parte do prolongamento.