Cebola caldense vendida em Rio Maior

0
372

Cerca de 400 toneladas de cebola vendidas em cinco dias. É este o balanço da Frimor 2011 – Feira Nacional de Cebola, que animou as ruas de Rio Maior entre os dias 31 de Agosto e 4 de Setembro. Mais uma vez, a cebola que esteve em destaque no certame foi totalmente made in Caldas da Rainha, com a presença de 35 ceboleiros da freguesia de Alvorninha, alguns dos quais presença habitual na feira há já várias décadas.
Mas nem só de cebola se faz este certame centenário, que se realiza anualmente na cidade há cerca de 250 anos. E a aposta da autarquia de Rio Maior, responsável pela organização, centrou-se este ano na pretensão de “trazer a feira à cidade e envolver toda a comunidade riomaiorense”.
De acordo com a autarquia, “esse objectivo foi conseguido com os milhares de visitantes que passaram por Rio Maior no decorrer dos cinco dias”.
Em comunicado, o vereador responsável pele pelouro das Feiras, Nuno Malta, diz que “durante o fim-de-semana, as ruas da cidade junto ao Pavilhão Multiusos encontravam-se repletas de pessoas”. E o autarca esclarece que o fluxo de visitantes teve impacto não só na Frimor, “mas também contribuiu para que o comércio local tivesse um maior movimento do que o habitual”.
Inaugurada pelo secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Daniel Campelo, a edição deste ano da Frimor contou ainda com uma exposição agrícola, a 5ª Mostra gastronómica de Carnes Certificadas, uma Feira da Saúde, um passeio equestre, momentos de animação musical e de folclore e tavernas típicas.

Joana Fialho

[email protected]