Grupo Barbot prepara aposta em Rio Maior

0
238

O Grupo Barbot está a preparar a instalação de uma unidade industrial para produzir revestimentos em pó em Rio Maior, num investimento que ronda os 2,5 milhões de euros e que o grupo económico sediado em Vila Nova de Gaia estima estar concluída no segundo trimestre deste ano.
A nova fábrica vai reforçar a produção de revestimentos para a construção civil da Diera, empresa que o Grupo Barbot adquiriu em 2019.
Citado pelo portal de informação económica ECO, Carlos Barbot, presidente das Tintas Barbot, disse que a nova unidade industrial terá uma capacidade de produção de 30 toneladas por ano e vai ser 100% automatizada.
A nova fábrica terá 1.500 metros quadrados e uma torre com cerca de 20 metros de altura e será a terceira da Diera em solo nacional, juntando-se às duas unidades que a empresa já tem no norte do país, nomeadamente em Leça da Palmeira e Santo Tirso.
O presidente das Tintas Barbot adiantou que a unidade de Leça da Palmeira tem a capacidade esgotada, pelo que a nova em Rio Maior se deve ao “bom desempenho que está a ter, tendo em conta que registou um crescimento de 18% no volume de negócios, quando comparado com 2020”.
O nível de automatização da nova fábrica de Rio Maior significa que precisará de mão de obra reduzida. Está prevista a contratação de cinco novos colaboradores para as áreas de produção, armazém e departamento comercial.
A Diera emprega atualmente 40 pessoas e faturou 7 milhões de euros em 2020. As previsões para 2021 apontavam um crescimento para os 9 milhões de euros. Com a nova fábrica em Rio Maior, a empresa estima um aumento de faturação na ordem dos 3 milhões de euros. ■