Grupo Correia Rosa está a celebrar 75º aniversário

0
35
A equipa dos trabalhadores da empresa Correia Rosa

Empresa Correia Rosa – que detém três farmácias – está a comemorar aniversário e vai continuar a apostar em mais serviços para os seus clientes

A empresa Correia Rosa – que integra as farmácias Caldense, Rosa e a de Santa Catarina- está a celebrar o seu 75º aniversário. Esta é gerida por Catarina Rosa Tacanho, neta do fundador do grupo, José Constantino Correia Rosa (1917-1999), farmacêutico empreendedor que construiu um negócio de família sólido que, atualmente, continua a inovar com a oferta de mais serviços farmacêuticos aos seus clientes. “Pretendemos continuar a crescer por mais 75 anos!”. Quem o diz é a atual gestora da empresa Correia Rosa, Catarina Tacanho, à frente dos destinos da firma desde 2002.
Nas últimas duas décadas houve várias alterações legislativas e é preciso recordar que estas foram postas em prova durante a pandemia, tendo-se mostrado capazes de “resolver problemas que outros profissionais de saúde não podiam na altura”, referiu a também farmacêutica.
Na sua opinião, atualmente “o Governo está a reconhecer a mais valia que as farmácias podem ser para aliviar alguma pressão no Serviço Nacional de Saúde”, disse a gestora, dando como exemplo a campanha de vacinação de gripe e Covid, pois mais de 70% foram dadas em farmácias. Nos três espaços desta empresa caldense foram dadas 4106 vacinas.
“Estamos a apostar cada vez mais em serviços e creio que é o caminho certo”, disse a farmacêutica, referindo que a sua empresa se centra na saúde da pessoa e por isso “gostaria de continuar a apostar no trabalho em articulação com outros profissionais de saúde”.
São vários os serviços que a Correia Rosa oferece desde a entrega de medicamentos na casa dos utentes que não se podem deslocar às farmácias e, neste momento, “já temos uma pessoa que se ocupa das entregas”.
Tem também a preparação individualizada de medicação (PIM) que ajuda os utentes a organizar e preparar a medicação e fazem a reconciliação terapêutica, ou seja, analisam a medicação prescrita para ver se não existem incompatibilidades. “Gostaríamos de trabalhar em parceria com médicos”, disse a gestora que, neste momento, já presta apoio a 10 utentes.
“Muitas vezes somos a porta de entrada do SNS”, disse a farmacêutica, explicando que, por dia, entram nas farmácias portuguesas “meio milhão de pessoas”.
A empresa Correia Rosa tem atualmente 33 trabalhadores, 24 do quais nas três farmácias. Destes, 16 são farmacêuticos e há nove pessoas em back office, isto é, que trabalham nas áreas financeira, de entregas, receção de encomendas e na limpeza.
Um dos valores deste grupo de farmácias é a solidariedade, já desde o tempo do seu fundador. Deixava que levassem os medicamentos e pagavam quando podiam. Hoje a prática solidária mantém-se pois as três farmácias fazem parte dos programas que apoiam pessoas necessitadas.
São disso exemplo o programa Abem que é um fundo que apoia quem precisa de ajuda nos medicamentos, sob indicação do poder local. Todos os anos fazem uma campanha de angariação de fundos para ajudar quem precisa – em maio e em dezembro. “A farmácia Rosa nas campanhas de maio e de dezembro 2024 ficou em 1º lugar como farmácia que mais angariou, tendo reunido mais de mil euros”, referiu a responsável. A Farmácia Caldense e a de Santa Catarina ficaram no top 5.
A empresa aposta forte não só em ações de formação internas como também externas. Só este ano letivo “fizemos 50 sessões de temas como Sol, alimentação saudável e sono”, disse Catarina Tacanho explicando que a formação teve lugar desde os jardins de infância até ao 9º ano, em escolas da Benedita, Santa Catarina, Relvas, Carvalhal Benfeito e Caldas (EBI, D. João, Avenal, EB1, Colégio Rainha D Leonor).
O programa “A Farmácia vai à escola” já decorre há mais de duas décadas.
O jantar do 75º aniversário da empresa vai realizar-se amanhã, 28 de junho, no Restaurante Lareira e é aberto à participação da comunidade. Marca também o início do programa de celebração, tendo sido convidados por e-mail os clientes das três farmácias. Estão também patentes exposições de objetos antigos em duas das farmácias, e, no mês de julho, serão oferecidas medições de glicémia. As comemorações dos 75 anos vão decorrer ao longo de todo o ano. ■