O maior evento de Natal para estimular o comércio

0
91
Vítor Marques e Luís Gomes, presidentes da Câmara das Caldas da Rainha e da ACCCRO, respetivamente, apresentaram os detalhes do evento deste ano

ACCCRO garante maior investimento de sempre na programação
de Natal para dar sinal de retoma à economia

Caldas da Rainha vai ter, este ano, o maior programa de animação de Natal desde que a Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Região Oeste (ACCCRO) lançou a iniciativa. O objetivo é encher a cidade de visitantes e fomentar o comércio e a restauração numa fase de recuperação dos efeitos da pandemia.
A primeira enchente será no próximo sábado, 13 de novembro, na inauguração da iluminação com um concerto de Toy – que apadrinha o Caldas Rainha do Natal deste ano. O concerto inicia às 21h30 com o caldense Paulo Seixas. Pelo meio, será inaugurada a iluminação da Rua Eng. Duarte Pacheco, que terá esquemas de luz e som sincronizados com a árvore gigante. O concerto termina à meia-noite, para o ansiado acendimento da árvore de Natal, seguido de fogo de artifício lançado do telhado do edifício dos Paços do Concelho.
“Queremos que seja o 15 de maio que não pudemos ter, e um sinal de retoma para o comércio”, disse Luís Gomes, presidente da ACCCRO, desejando que o evento possa “encher a cidade”.
À iluminação junta-se programa de animação do qual se destacam a ecopista de gelo, que juntamente com um carrossel levam, pela primeira vez, o evento ao Parque D. Carlos I. O balão de ar quente regressa e haverá o comboio de Natal, a Casa do Pai Natal, os figurantes, atuações musicais, as árvores de Natal das escolas, o Caldas Street Food, entre muitas outras coisas, incluindo um bazar à noite no tabuleiro da Praça da Fruta.
O evento terá o maior orçamento de sempre, 210 mil euros, mas o financiamento da autarquia mantém-se nos 141 mil euros. A restante verba foi angariada pela ACCCRO através de patrocinadores. “Tivemos a ousadia de sair do comércio tradicional e pedir ajuda a mais empresas e à comunidade. O que importa é promover a marca Caldas da Rainha e, todos juntos, conseguirmos fazer mais”, realça Luís Gomes.
O presidente da Câmara das Caldas da Rainha considera que a verba gasta pela autarquia “é um investimento que se vai refletir na economia do concelho, trazendo pessoas para comprar nas Caldas”. Vítor Marques acrescenta que o concelho “tem de se afirmar como epicentro da região” e sublinhou que, trabalhando em conjunto com Óbidos, os dois concelhos têm “a maior oferta de Natal do país”, potenciando ambos.
A iluminação vai, ainda, chegar a todas as freguesias do concelho, num investimento adicional da autarquia no valor de 14 mil euros. ■

 

“Queremos que o concerto de abertura seja o 15 de Maio que não pudemos ter, e um sinal para o comércio que é preciso retomar”
Luís Gomes

“Caldas da Rainha tem de se afirmar como o epicentro
da região”
Vítor Marques