Coro Infantil municipal de Óbidos apresentado com 50 crianças

0
318
As crianças fizeram apresentações públicas nos três complexos escolares existentes no concelho

Grupo fez a apresentação pública no final do ano letivo e, em setembro, retoma os ensaios e irá abrir-se à participação de mais alunos

 

Os complexos escolares dos Arcos, Alvito e Furadouro têm um Coro Infantil Municipal cujas apresentações aconteceram, em cada um dos estabelecimentos de ensino, na última semana de Junho. O projeto, que junta cerca de 50 crianças, com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos, começou recentemente e deverá ser alargado no próximo ano letivo.
Os alunos são ensaiados pelos professores de Música, Sylvie Simão e Fernando Lino, que arrancaram com o projeto em meados de maio, assente numa vontade do município em ter um grupo coral com crianças dos três estabelecimentos de ensino.
De acordo com Sylvie Simão, os ensaios “decorreram uma vez por semana, em cada uma das escolas e foram feitas, no final do ano letivo, apresentações finais, que foram espetáculos muito bonitos”. A docente revela ainda, à Gazeta das Caldas, que o facto de ambos serem professores de música nos complexos, de conhecerem os alunos e de estes também os conhecerem, é uma vantagem. “Foi muito fácil arranjar os participantes e uma experiência bastante positiva”, revela, crente de que no próximo ano letivo o número de participantes “ainda será muito maior”.
Desde que avançaram com o projeto tiveram apenas mês e meio de ensaios, e com o passar das semanas, foram aparecendo sempre mais crianças interessadas, que os responsáveis não puderam aceitar, nesta primeira fase, de modo a conseguir fazer a apresentação final para dar a conhecer o projeto. “Ficaram todos muito motivados, é uma dinâmica diferente das aulas”, conta Sylvie Simão, especificando que têm crianças que “têm um comportamento menos bom e, connosco no coro, estiveram muito bem”.
O repertório assenta na música tradicional portuguesa infantil, com a interpretação de temas como os “Olhos da Maria Anita” e o “Pirilampo” e um dos intuitos do grupo é também o de fazer atuações fora da comunidade escolar, como inaugurações e eventos, assim como participar em intercâmbios com outras escolas.
“É muito importante socializarem com outros colegas fora do seu contexto de complexo escolar. Vimos a sua alegria em estar a participar com outros colegas. durante a apresentação”, partilha a responsável.
A importância que a música tem nos contextos de aprendizagem dos alunos é realçada pela vereadora com o pelouro da Educação, Margarida Reis. A autarca assegura que o município de Óbidos vai continuar a dar “todo o apoio que os Coros Infantis Municipais necessitarem”, realçando que estes alunos apresentaram um “excelente espetáculo”, quando “atuaram pela primeira vez em conjunto, num projeto pensado há alguns anos e agora concretizado”. ■