Costuma vir ao enterro do Entrudo?

0
681
Mário Neto, reformado (Caldas da Rainha)

Nunca tinha vindo. Eu sou brasileiro e este é o meu primeiro ano em Portugal. Ontem estava no desfile e o Sr. Américo, o “padre”, disse-me para vir. Achei muito interessante e diferente do Brasil, porque lá na quarta-feira de cinzas continua a festa do Carnaval. Lá não pára, só na quinta-feira porque é preciso trabalhar, senão não parava!

Cláudia Oliveira, escriturária (Caldas da Rainha)

Todos os anos venho! Venho pela tradição e pela coboiada, pela brincadeira e pelo espírito divertido. É uma forma de finalizar a época do Carnaval. Temos de ser positivos em tudo, que tristezas não pagam dívidas. Este ano veio mais gente do que nos últimos, em que tem chovido. Desta vez o S. Pedro ajudou. Gostei da participação dos alunos da ESAD e espero que para o ano acompanhem todo o trajecto.

Venho quase todos os anos e quase sempre de viúva! Gosto de me divertir e participo sempre nos corsos e desfiles de Carnaval. Há dois anos fui o rei do Carnaval das Caldas. Gosto da boémia e venho ao enterro porque marca o fim da folia carnavalesca. Este ano participei nos três dias vestido de matrafona e adorei!