Nazaré investe em novo terminal rodoviário

0
218

Equipamento estará pronto um ano depois da adjudicação. Autoridade dos Transportes rejeitou emissão de parecer em Alcobaça

A Câmara da Nazaré lançou, esta semana, o concurso público para a construção do Interface de Transportes Públicos, na Avenida do Município, junto à Biblioteca Municipal, que implica um investimento de 1,4 milhões de euros, comparticipado por fundos europeus.
A obra tem um prazo de execução de um ano e pretende devolver à vila um equipamento que perdeu há mais de uma década, quando o edifício da Rodoviária no centro da vila foi vendido a privados. Nos últimos anos, aquele serviço tem funcionado numa estrutura pré-fabricada, dada a inexistência de alternativas.
O novo projeto prevê, entre outros aspetos, a ligação ao projeto de mobilidade suave do Alcoa e a instalação de um posto de bicicletas elétricas.

Autoridade rejeita pareceres
Entretanto, a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes rejeitou, esta semana, a emissão do parecer prévio vinculativo sobre o contrato de “Prestação de Serviços de Transporte Urbanos de Alcobaça”, conduzido pela Comunidade Intermunicipal do Oeste.
Segundo o documento, no caso de Alcobaça o parecer negativo justifica-se por “não ter resultado claro ou comprovado o integral cumprimento do previsto no enquadramento legal aplicável”, designadamente por insuficiente fundamentação operacional e económico-financeira.
Nesse sentido, a AMT recomenda à Câmara de Alcobaça a prestação de “elementos em falta e transmissão de informação relevante (incluindo por operadores), bem como quanto à sanação das insuficiências detetadas”, deixando claro que irá “acompanhar a execução contratual”.
A entidade manifestou, ainda, reservas sobre o alvará dos Transportes Urbanos da Nazaré, mas o assunto, entretanto, foi ultrapassado. ■