Óbidos assinalou Abril com coros da Academia e exposição de fotografia do PS

0
21
Atuaram os vários coros da Academia

Óbidos celebrou Abril com música coral e uma mostra de fotografia sobre a Revolução

A 13 de junho, ao fim da tarde, a Praça da Criatividade, em Óbidos, encheu-se de centenas de pessoas que vieram assistir ao concerto de coros “Cantar Abril” da Academia de Óbidos. Os coralistas, alunos das classes de Coro de Iniciação, Básico e Secundário de Música, apresentaram repertório alusivo aos 50 anos do 25 de Abril.
“Acordai” de Fernando Lopes Graça, ”Eu vim de longe” (José Mário Branco) e “Venham mais Cinco”, de Zeca Afonso foram algumas das canções, entoadas por coralistas com idades entre os seis e os 18 anos e que tiveram o acompanhamento de uma mini orquestra de 16 elementos, composta por docentes e alunos da Academia. Para este concerto, trabalharam quatro docentes que são diretores de coros. Segundo Pedro Filipe, esta festa que serviu também de encerramento do ano letivo e apresentaram o repertório da Revolução, “foi ensaiado durante o ano escolar”. Segundo o responsável pela Academia, esta foi também uma forma “de evocar os nossos alunos para este período tão importante da nossa história”.
Pedro Filipe relembrou que a Academia também veio às Caldas para assinalar os 50 anos do 16 de Março e também têm atuado noutras escolas da região Oeste.
Nesta festa de final de ano escolar “juntámos para atuar os 300 alunos da Academia”, disse o maestro que recordou também que esta já foi a segunda vez que os alunos daquela escola atuaram nesta Praça, a primeira vez foram acompanhados pela Banda da Força Aérea, numa parceria que terá continuidade.
A Praça da Criatividade encheu-se de gente, sobretudo de familiares e amigos dos vários coralistas. Estrearam-se também as 500 cadeiras da plateia que, tal como a restante logística que teve o apoio da autarquia obidense.
“Estamos com a Academia de Música neste tipo de iniciativas que decorre não só agora mas também ao longo de todo o ano”, disse Margarida Reis, vereadora da Cultura da Câmara obidense.

Exposição sobre Abril
Além da atuação coral, a Praça da Criatividade em Óbidos, também acolheu a exposição fotográfica “A Democracia passa por aqui”, organizada pela Federação Distrital de Leiria das Mulheres Socialistas, em parceria com a Concelhia do Partido Socialista de Óbidos.
A exposição reuniu mais de 400 fotografias da coleção pessoal de António Santos – co-fundador do Partido Socialista na Concelhia de Figueiró dos Vinhos e combatente anti-fascista – e convidou os visitantes a realizar uma viagem no tempo, conhecendo em pormenor alguns dos acontecimentos históricos e marcantes que aconteceram no país há meio século.
Entre as imagens presentes nesta mostra destacaram-se fotografias do próprio dia da Revolução, da libertação dos presos políticos de Peniche, do retorno de Mário Soares e de outros exilados políticos. Não faltam e as celebrações do 1º de Maio de 1974, algumas das quais que retratam momentos históricos vividos nos vários concelhos do distrito de Leiria e do país, incluindo o comício do 1º de Maio da FNAT, em Lisboa.
Após o sucesso da exposição na concelhia de Pedrógão Grande, a nova apresentação em Óbidos “superou todas as expectativas, sublinhando a importância de recordar e celebrar a história recente de Portugal”, informou a Federação Distrital de Leiria das Mulheres Socialistas. Presente em Óbidos esteve José Luís Carneiro, antigo Ministro da Administração Interna e atual deputado à Assembleia da República, acompanhado pela presidente da Federação Distrital de Leiria das Mulheres Socialistas Cláudia Avelar, pelo presidente da Concelhia do PS de Óbidos João Moniz, pelos vereadores do PS de Óbidos, membros da Assembleia Municipal do PS, entre elementos de outras concelhias de Leiria. ■