Praça da Fruta continua a funcionar mas Mercado de Santana foi suspenso

0
440

Apenas os mercados e feiras restritos a bens alimentares podem continuar a funcionar

A Praça da Fruta, o Mercado do Peixe e o Mercado Abastecedor continuarão a realizar-se nos mesmos moldes nas Caldas, com a aplicação de todas as recomendações das autoridades de saúde pública.
Em função da legislação decretada pelo conselho de ministros, o Mercado de Santana, uma vez que não é maioritariamente alimentar, “não tem alternativa se não suspender o seu funcionamento”, explicou a Câmara à Gazeta das Caldas.
Este mercado, localizado na freguesia de Alvorninha, já tinha encerrado aquando do primeiro confinamento, em março, tendo voltado a funcionar a 31 de maio.
O mesmo aconteceu com o mercado semanal das Caldas (que se realiza à segunda-feira) e que esta semana já não decorreu.
Estas medidas resultam do novo confinamento geral e, de acordo com a autarquia, poderão vir a sofrer alterações, caso as autoridades venham a decretar outras medidas adicionais, em função da evolução da taxa epidemiológica.
Com o objetivo de limitar a propagação da pandemia e proteger a saúde pública, foi determinado o encerramento de um conjunto de instalações e estabelecimentos, incluindo atividades culturais e de lazer, atividades desportivas e termas. No concelho encontram-se encerrados diversos equipamentos culturais e desportivos, como é o caso do CCC, pavilhões desportivos, museus, biblioteca, piscinas, com exceção as atividades escolares que lá possam decorrer. Os serviços públicos municipais prestam o atendimento presencial por marcação, sendo mantida e reforçada a prestação dos serviços através dos meios digitais e por telefone. ■