Café Central acolheu livro de Abril no sábado

0
468
Café Central esteve cheio para assistir à apresentação do livro. Presentes, o editor e os historiadores caldenses

AJA Caldas organizou apresentação do livro de Medeiros Ferreira, a 22 de junho, com apresentação e participação de historiadores caldenses

Na tarde do passado sábado, o Café Central esteve cheio para assistir à apresentação do livro “A revolução do 25 de Abril – Ensaio Histórico”, da editora Shantarin que reeditou a obra que foi lançada em 1983 e convidou o núcleo da Associação José Afonso das Caldas, a organizar a sessão. Presentes estiveram o editor, João Pedro Ruivo, o professor catedrático Luís Nuno Rodrigues e do autor do glossário desta edição, Manuel Martins, ambos caldenses. Esteve ainda a pedagoga Maria Emília Brederode dos Santos que é viúva do autor da obra, José Medeiros Ferreira.
A análise da obra ficou a cargo de Luís Nuno Rodrigues que apresentou quem foi José Medeiros Ferreira (1942- 2014), sobretudo, enquanto historiador. Em seguida apesentou o livro destacando a interpretação dos acontecimentos do 25 de Abril, o elemento civil e o papel dos partidos políticos e a importância do primeiro 1º de Maio. Abordou as divisões na instituição militar e a descolonização. O autor referiu a importância da comunicação social no desenrolar do dia 25 de Abril e abordou a atitude dos antigos governantes (pré-25 de Abril) – Marcelo Caetano, Américo Tomás, e da Assembleia Nacional, que reuniu e fechou nesse dia por falta de quórum.O historiador considerou “decisivo” o elemento surpresa do MFA, assim como o comportamento dos populares que evitou outras atividades por parte do Movimento. Medeiros Ferreira na intervenção no III Congresso da Oposição Democrática em Aveiro em 1973, preconizava que a revolução partirá das forças armadas. O livro, disponível também em inglês e em espanhol, tem fotos inéditas de Jorge da Silva Horta. A introdução é de Pedro Aires Oliveira e de Maria Inácia Rezola. ■