Ginástica: Acrotramp comemorou 30 anos

0
129

Cerimónia juntou mais de 150 pessoas no passado domingo e ficou também marcada pelo lançamento de um livro comemorativo que já está à venda

O Acrotramp Clube das Caldas comemorou no passado domingo, 31 de outubro, o 30º aniversário da fundação do clube, num jantar comemorativo que juntou os ginastas de agora com muitos dos que foram ajudando a firmar uma história cheia de sucessos desportivos, mas também de uma ligação forte entre atletas e treinadores, como ficou bem vincado ao longo da noite.
O jantar comemorativo serviu, também, para lançar um livro que é uma compilação dos 30 anos do clube e que dá a conhecer alguns dos momentos mais importantes da vida do clube, como, cincluindo todos os 598 títulos regionais e os 98 títulos nacionais já conquistados. além de muitas imagens quer das provas, quer dos saraus internacionais de ginástica que são dos eventos desportivos mais marcantes em cada verão nas Caldas da Rainha.
Stélio Lage, presidente do clube e também um dos técnicos de competição, disse que, mais importante do que os campeonatos e saraus internacionais organizados, “é o facto de nestes 30 anos termos proporcionado a milhares de jovens caldenses a prática desta modalidade, contribuindo para a sua formação desportiva”, acrescentando que se o clube conseguiu também contribuir para a sua formação enquanto cidadãos de primeira “estamos todos de parabéns”.
Stélio Lage não esqueceu Jorge Veiga, primeiro presidente do clube, por todo o apoio prestado nessa fase inicial, assim como aos sócios fundadores que ainda hoje se mantêm nos corpos sociais, Norberto Barreto, Natália Barreto e Maria Rosário dos Anjos.
O presidente do clube focou, ainda a importância que o município teve no crescimento sustentado do clube, com a construção em 1993 do anexo ao pavilhão Rainha D. Leonor onde o clube tem atividade, assim como, mais tarde na sua expansão. No entanto, com os seus cerca de 180 atletas, o espaço já é reduzido para as pretensões do clube, nomeadamente para a ambição de alargar a atividade a outros ramos da ginástica.
Stélio Lage deixou, ainda, uma nota gratidão à esposa, braço direito no clube e também treinadora de competição Alexandra Lage. “É o verdadeiro “pilar” do clube desde o primeiro minuto”, sublinhou.

“Somos um clube forte, ambicioso e pretendemos continuar a crescer”

Stélio Lage

Luís Arrais, presidente da Federação de Ginástica de Portugal, esteve presente e destacou que o Acrotramp é um caso raro em Portugal, por manter um elevado nível competitivo ao longo destes 30 anos.
Já Vítor Marques, presidente da Câmara das Caldas, destacou a forma como tem reivindicado os seus direitos por melhores condições ao longo dos anos, que tem permitido o seu crescimento.
O autarca também assinalou o facto do clube ter convidado os seus pares na cidade para este convívio, dando o mote para que haja maior interação entre todos os clubes em prol do desenvolvimento do desporto caldense. ■