Ciclismo: João Almeida venceu prémio da juventude na Volta à Catalunha

0
104
João Almeida com a camisola branca e laranja, ladeado por de la Cruz (melhor catalão) e Adam Yates (vencedor)

Prova espanhola fecha ciclo competitivo para o jovem caldense, que vai agora preparar-se para a edição desde ano do Giro d’Italia

João Almeida terminou a 100ª edição da Volta Ciclista à Catalunha com o sétimo lugar da geral e a vitória no prémio da juventude. A prova encerrou um duro ciclo competitivo para o jovem caldense, que agora aponta armas ao regresso à prova que o catapultou para a ribalta, o Guro D’Italia, cujo arranque está agendado para 8 de Maio.
Na prova espanhola, João Almeida continuou a dar boa conta de si. Depois de ter vestido a camisola de líder à segunda etapa, como Gazeta das Caldas assinalou na edição da semana passada, o jovem de A-dos-Francos, que defende as cores da equipa belga Deceuninck-Quick-Step, voltou a estar em bom plano na defesa da sua camisola de líder, que acabou por perder numa montanha duríssima. O britânico Adam Yates atacou a subida ao Vallter 2000 com uma estratégia muito bem orquestrada pela INEOS. Ao quarto dia, na escalada do Porte Ainé, João Almeida desceu para sétimo, posição na qual terminaria, a 1.05 de Adam Yates e com o primeiro lugar entre os mais jovens, depois de ter feito oitavo nas duas últimas etapas.

Ciclista de A-dos-Francos vai preparar o Giro D’Italia, que começa dentro de 5 semanas

A classificação permitiu a João Almeida recolher mais 128 pontos para o ranking UCI, que juntou aos 395 que já tinha amealhado nas primeiras corridas do ano. Na revisão desta terça-feira, o caldense manteve o sexto lugar, mas aproximou-se do quinto, ocupado pelo chefe de fila na Deceuninck, o belga Julian Alaphilippe.
A corrida espanhola fecha um ciclo de 22 dias nos quais João Almeida competiu em quatro provas de elevada dureza (Tour dos Emirados, Strade Bianche, Tirreno-Adriatico e Volta Ciclista à Catalunha), durante os quais precorreu 3429 quilómetros.
O ciclista de A-dos-Francos vai, agora, gozar um período de descanço competitivo, durante o qual vai preparar o regresso ao Giro, no qual foi herói no ano passado. Antes, a 25 de abril, tem prevista a participação na clássica belga Liège-Bastogne-Liège. ■