Hugo Oliveira candidata-se à liderança da Distrital do PSD

0
159

Vice-presidente da Distrital de Leiria do PSD avança com candidatura à liderança deste órgão, encabeçando a única lista conhecida até ao momento

Com o presidente Rui Rocha impedido de se recandidatar (já exerceu três mandatos), Hugo Oliveira anunciou a candidatura à liderança da Distrital de Leiria do PSD, cujas eleições estão marcadas para 13 de novembro. O caldense é vice-presidente da estrutura distrital do partido.
A lista e o programa eleitoral deverão ser apresentados a 2 de novembro, mas à Gazeta das Caldas o também deputado na Assembleia da República adiantou que pretende fazer uma lista “o mais abrangente possível”.
Hugo Oliveira destaca que este será um mandato de continuidade, mas com “cunho próprio”, e que entre os seus objetivos, estão os de unir todo o distrito e preparar o PSD para as várias batalhas eleitorais dos próximos anos, entre elas as autárquicas de 2025.

“Ou enfiamos a cabeça na areia ou encaramos e mudamos o que é necessário”

Hugo Oliveira

O social-democrata pretende “preparar” o partido com formação dos seus militantes em algumas áreas que considera importantes, assim como abri-lo mais à sociedade civil. “Preparar o partido para os embates das próximas legislativas mas também das autárquicas”, concretiza o ex-vice-presidente da Câmara das Caldas da Rainha.
Relativamente ao fenómeno crescente dos movimentos independentes, como o que venceu as eleições nas Caldas, o dirigente considera que estes surgem de “um cansaço que as pessoas têm dos partidos políticos, pelo que estes têm de saber perceber as realidades atuais, como é que se têm de adaptar e o que têm de mudar”. Na sua opinião, os partidos políticos têm de perceber que há uma visão generalizada de que estes precisam de mudar em alguns aspetos. “Ou enfiamos a cabeça na areia e ficamos a olhar à espera de que as coisas melhorem ou encaramos e mudamos o que é necessário”, diz Hugo Oliveira, que se revê na segunda opção.
O agora vereador na oposição nas Caldas está também no Parlamento e garante que pretende continuar o seu trabalho de deputado pelo distrito, valorizando esse trabalho com “a participação dos militantes, mas também dos eleitores”.
Hugo Oliveira já tinha assumido em 2019, temporariamente, a liderança da distrital quando o então presidente, Rui Rocha, se demitiu em discordância com o processo de elaboração de listas de candidatos à Assembleia da República nas eleições legislativas.
Nas últimas autárquicas, o PSD registou o pior resultado de sempre no distrito de Leiria, tendo perdido Câmaras importantes, como Caldas da Rainha e Batalha. O partido manteve o poder em Óbidos, Pombal, Alvaiázere, Porto de Mós e Alcobaça, tendo recuperado Pedrógão Grande. ■