Rui Rocha reeleito presidente da distrital de Leiria do PSD

0
1251
Hugo Oliveira e Rui Rocha foram reeleitos nas eleições distritais

Rui Rocha foi eleito presidente da distrital de Leiria do PSD, cumprindo assim o seu terceiro mandato. O ex-presidente da Câmara de Ansião tinha deixado o cargo há quatro meses, por discordar com escolhas do líder nacional do PSD, Rui Rio, na constituição da lista de Leiria candidata às eleições legislativas.
O caldense Hugo Oliveira, que, com a demissão de Rui Rocha assumiu interinamente a liderança, volta a ser vice-presidente da distrital.

 

Rui Rocha foi reeleito presidente da Comissão Distrital do PSD de Leiria no passado dia 30 de Novembro. O antigo presidente da Câmara de Ansião obteve 556 votos, contra os 284 do candidato Filipe Silva, actualmente vereador na Câmara de Figueiró dos Vinhos e líder da concelhia do PSD naquele concelho. No caso das Caldas, 194 militantes estavam aptos para votar e, destes, 122 optaram pela lista encabeçada por Rui Rocha e 7 pela de Filipe Silva.
O deputado caldense, Hugo Oliveira, continua a desempenhar funções de vice-presidente, numa comissão política que tem como presidente da mesa da assembleia distrital Margarida Balseiro Lopes, cargo até agora ocupado por Feliciano Barreiras Duarte. O presidente da Câmara das Caldas, Tinta Ferreira, permanece com as funções de coordenador dos autarcas sociais-democratas e o deputado municipal Ricardo Espírito Santo é membro da Comissão de Auditoria Financeira.
Rui Rocha explicou à Gazeta das Caldas que se candidatou para dar “continuidade e permanência” ao projecto que já tinha sido iniciado e porque muitos dos seus companheiros lhe manifestaram o desejo de que continuasse a ocupar aquelas funções. à
Na sua opinião, o resultado nas últimas autárquicas mostra a importância do partido em Leiria, tendo em conta que foi um dos quatro distritos onde o PSD venceu. Contudo, “se a lista concorrente tivesse sido a que entendíamos, o resultado teria sido ainda melhor”, considera.
Rui Rocha avança que a nova distrital terá que fazer um acompanhamento de proximidade na Câmara de Leiria, actualmente liderada pelo PS. Isto porque acredita que, “com alguém competente para construir um projecto”, poderão ganhar aquela autarquia.
Um dos primeiros sociais-democratas a manifestar o seu apoio público a Luís Montenegro para a liderança do partido, Rui Rocha, está a aguardar as eleições directas e a realização do congresso, previsto para 7,8 e 9 de Fevereiro, para pedir uma reunião à direcção nacional e começarem a trabalhar no processo autárquico.
Durante o próximo ano querem manter o trabalho de proximidade entre os deputados e quem os elegeu, com o roteiro pelo distrito, assim como a criação de grupos temáticos, abertos à sociedade civil, e a continuação de parcerias com as estruturas autónomas do PSD.
Outro dos objectivos deste mandato é a mobilização dos militantes e capacidade de rejuvenescimento do partido e, para finais de 2020, inícios de 2021, será organizado um grande fórum de reflexão sobre o distrito.