Alunos partilham experiências em Conversas Inovadoras

0
313
A iniciativa contou com a participação de alunos da escola e convidados

Iniciativa da EHTO contou com apresentação de ideias de negócio desenvolvidas nas aulas de empreendedorismo

As alunas finalistas do curso “Gestão e Produção de Cozinha”, Sofia Xavier e Lesya Umanets, proprietárias dos restaurantes Ao Largo, em Leiria, e Mr. Pizza, nas Caldas da Rainha, respetivamente, procuraram a Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) para aprofundar conhecimentos e técnicas para desenvolverem nos seus próprios negócios. A partilha foi feita na passada quinta-feira (27 de junho) durante a iniciativa Conversas Inovadoras, que pretendeu promover negócios de restauração existentes e apresentar novas ideias de negócio desenvolvidas no módulo “Modelo de Negócio e Empreendedorismo”, com a professora Isabel Henriques.
Marítimos Bolws, no centro comercial La Vie, foi outro exemplo apresentado na área da restauração, que apresentou uma história de resiliência e conquista de mercado.
De acordo com a EHTO, o empreendedorismo e o reconhecimento da possibilidade de criação do próprio emprego no contexto educacional permitem que os alunos, em um ambiente criativo, estimulem o pensamento crítico e, com uma visão sistémica, se alinhem às tendências e desafios do setor da restauração para identificar oportunidades e desenvolver novas soluções sustentáveis que possam gerar emprego e criar valor no território. As ideias de negócio desenvolvidas nas aulas foram maioritariamente baseadas em ideias de cozinha e pastelaria internacional, dadas as diferentes nacionalidades dos alunos.
O evento contou também com a participação da arquiteta da autarquia das Caldas da Rainha, Inês Varela, que explicou aos alunos os licenciamentos necessários para a abertura de um novo negócio na área da restauração.
Estiveram ainda presentes na iniciativa, como convidados, o presidente da União de freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro. Nuno Santos, e o diretor do centro comercial La Vie, Amado Correia. “As parcerias são fundamentais para fomentar nos alunos o empreendedorismo e alargar o conhecimento das possibilidades existentes”, conclui a escola em nota de imprensa. ■