Conselho de Ministros aprova “novo” CHO

0
807
Gazeta das Caldas
O Centro Hospitalar vai ter uma nova administração | Joel Ribeiro

Na reunião de 10 de Maio o Conselho de Ministros aprovou o decreto-lei que procede à criação da Entidade Pública Empresarial do Centro Hospitalar do Oeste. Deste modo o CHO deixa de estar integrado no Sector Público Administrativo e passa a integrar o sector empresarial do Estado, beneficiando de mais autonomia.
De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, “esta medida significa uma organização conjunta que tornará mais eficiente a gestão das unidades hospitalares envolvidas, numa lógica de integração e complementaridade, concentração de recursos e compatibilização de desígnios estratégicos, permitindo também a obtenção de ganhos de eficiência”.

O decreto-lei deverá agora ser publicado em Diário da República.
Com este “novo” CHO cai a actual administração, que ficará em gestão corrente. A tutela deverá nomear brevemente um novo Conselho de Administração.
Em aberto está a injecção de capital que o CHO deverá receber, havendo o risco de, se esta não for suficiente, a nova “empresa” iniciar a sua actividade com capitais próprios negativos. C.C.