Doces homenageiam mães e Leonor, a Rainha fundadora das Caldas

0
29
Teresa Henriques tem 29 anos de pastelaria e experiência em vários países

A chef de pastelaria Teresa Henriques, responsável pela Academia de Cake Design, criou uma proposta para o Dia da Mãe com sabores da região

“Sweet House” (Casa Doce) é a proposta da chef de pastelaria Teresa Henriques para celebrar o Dia da Mãe que será assinalado na próxima semana. Esta caixa, em forma de casa, inclui vários doces que se distinguem por ter várias propostas, com influências e sabores relacionados com a região.
Cada “Casa Doce” contém quatro viscondes (folhado de doce ovo com maçã de Alcobaça), Ló Real (pão de lo húmido com uma calda de citrinos) e Pudim da Rainha (que é similar ao tipo Abade de Priscos e que é aromatizado com licor de pera do Oeste).
“É uma homenagem a todas as mães e à nossa Rainha D. Leonor, fundadora desta localidade”, disse a doceira, que garante que esta proposta pode ser partilhada por uma família de quatro pessoas.
A “Sweet Home” ainda contempla uma Bola de Carne (que também leva queijo da Serra Estrela), 6 Muralhas (biscoitos de chocolate e nozes Pecan) e ainda um doce, o Cosmos, que é um aveludado de chocolate com uma flor de açúcar empratado em vaso de cerâmica.
Este mimo destinado às mães é feito com chocolate da empresa Pan & Past, que funciona nas Gaeiras, afirmou a chef de pastelaria, que elaborou esta prenda doce para assinalar o Dia da Mãe, sem esquecer as influências da região.
Teresa Henriques vive nas Caldas há 18 anos. É natural de Moçambique, tirou o curso em Santarém e possui uma carreira de 29 anos que inclui trabalhos em empresas em Itália, Alemanha, França e Suíça. “Essas influências contribuem para o nosso cardápio cultural”, contou a chef, que tem sido reconhecida e distinguida com prémios em vários países como, por exemplo, na Rússia.
Nas Caldas da Rainha, Teresa Henriques é a coordenadora da Academia de Cake Design, onde recebe profissionais da área da pastelaria e da decoração de bolos de renome nacional e internacional. É nas instalações da Academia que ela aposta na formação e dá respostas aos pedidos dos seus clientes. É no local que está a receber as encomendas das Casas Doces, proposta criada para homenagear as mães e que tem um custo de 38 euros. A Academia fica na Rua 15 de Agosto. ■

 

A Casa Doce tem iguarias doces e salgadas com um toque de região Oeste