Feira da Cebola tem dinâmica renovada

0
637
Concertos com Quim Barreiros, Hybrid Theory e D.A.M.A. atraíram multidões ao recinto (CMRM)

Histórico evento tem-se reinventado. Maior parte dos ceboleiros é oriunda de Alvorninha

A FRIMOR – Feira Nacional da Cebola decorreu na passada semana. O histórico evento, que se realiza desde o século XVIII, é o certame mais antigo realizado naquela localidade. Mas a História secular da feira não seria suficiente para a manter dinâmica e atrativa, pelo que se tem procurado reinventar o evento depois de uma fase de menor fulgor.
Este ano, o cartaz musical do evento foi um atrativo para multidões, com os D.A.M.A. a serem o expoente máximo, mas com Quim Barreiros (num espetáculo gratuito, no primeiro dia de feira) e Hybrid Theory (famosa banda de covers de Linkin Park) a serem também um chamariz para milhares.
O Festival de Bandas Filarmónicas, que estava previsto realizar-se na tarde de domingo, foi adiado devido às condições meteorológicas adversas. À hora do fecho desta edição, a autarquia ainda não tinha fechado nova data para a realização desta iniciativa, que era uma das novidades este ano no programa da FRIMOR.

Do programa fez parte a 3ª prova da 24ª Taça de Portugal de Paraquedismo

Mas, além da animação musical e cultural, a Feira Nacional da Cebola congrega também um espaço de tasquinhas, dinamizadas pelas coletividades, que atrai muita gente para degustar as iguarias riomaiorenses.
Nesta edição havia um parque radical com air bungee, slide e escalada, um espaço lounge com animação de DJ’s e um fun park com brincadeiras para os mais novos se divertirem.
A exposição dos produtos do setor agroalimentar do concelho e a zona de artesanato complementam a oferta, que conta ainda com divertimentos.
Do programa deste ano fez também parte a 3ª prova da 24ª Taça de Portugal de Paraquedismo, dedicada à Precisão de Aterragem, organizada pelo Pára-clube Nacional “Os Boinas Verdes”.

Cebola é a base do evento

Evento tem como base as cebolas, mas tem procurado acrescentar factores de atração

Se a cebola é o principal motivo para a existência do evento, a complementaridade e diversificação da oferta é o que permite à feira manter-se viva e dinâmica e atrair pessoas.
Em relação à cebola propriamente dita, encontramos este ano 18 ceboleiros na FRIMOR, um número inferior ao registado noutros anos.
A maioria dos ceboleiros são oriundos de Alvorninha, freguesia do concelho das Caldas da Rainha, mas têm a tradição de vender, todos os anos, neste certame, onde encontram uma grande procura para as suas produções.
A Feira Nacional da Cebola é um evento de quatro dias mas que permite praticamente escoar todo o resultado do trabalho de quase um ano no campo. Por estes dias, vendem-se toneladas e toneladas de cebola.
As tranças de cebolas são uma imagem de marca da FRIMOR, assim como a existência de diversos tipos de cebola nas bancas dos ceboleiros. ■