Montepio estuda parceria para novo hospital nas Caldas

0
110
O imóvel onde funcionou a EDP e para onde se projeta o novo hospital foi adquirido por 1,5 milhões de euros | Isaque Vicente

Instituição avalia parceria e espera anunciar novo parceiro no final do mês de janeiro do próximo ano

O Montepio Rainha D. Leonor está a estudar a possibilidade de estabelecer uma parceria com o intuito de abrir um novo hospital nas Caldas da Rainha, no imóvel que adquiriu à entrada da cidade e onde funcionava a EDP.
Segundo explicou à Gazeta das Caldas o presidente da instituição, João Marques Pereira, admite-se que em finais de janeiro do próximo ano já haverá novidades, ansiando que possa nessa data ser apresentado publicamente o novo parceiro.
João Marques Pereira disse que esta “é a maior prioridade, por todas as razões” no Montepio, aludindo às “insuficiências que existem no país e na região” no que aos cuidados de saúde diz respeito.
Já foi eliminada uma hipótese de parceria, em agosto deste ano, pelo que a entidade trabalha numa outra alternativa que “tem alguns elementos que parecem bastante favoráveis, mas ainda está longe de estar concluído este processo”.
Estão ainda a decorrer as obras de requalificação do Lar de Apoio Dr. Ernesto Moreira, uma empreitada avaliada em cerca de 780 mil euros e que está a decorrer há cerca de um mês, tendo um prazo de execução de um ano. “A obra está a seguir ao seu ritmo, sendo que vai ser demorada, não tanto pela complexidade da obra, mas por ter que conviver com grande parte dos utentes no interior, o que causa grandes dificuldades”, frisou.
A Casa da Saúde do Montepio registou nos primeiros meses da pandemia quebras avultadas, a rondar 50% da faturação, que em 2019 rondou os 4,8 milhões de euros. “A partir de julho começou-se a processar, lentamente, alguma recuperação e, embora ainda não tenha atingido os números anteriores está a trabalhar de forma mais regular”, assegurou, acrescentando que “está tudo a normalizar-se neste novo normal que vivemos”.
Por outro lado, o surto que se registou no lar, com casos positivos entre utentes e funcionários, já foi resolvido e trouxe lições para a ação diária.
Entretanto já foram anunciadas as eleições no Montepio Rainha D. Leonor, marcadas para 18 de dezembro.