A importância das refeições em família

0
974
Gazeta das Caldas

Longe vão os tempos em que as famílias se sentavam à mesa para partilhar a refeição, todos juntos, no mesmo horário. No corre-corre do dia-a-dia, este ritual de sentar, comer e conversar, tem caído em desuso.
Eis uma boa proposta para desenvolver nas férias e manter-se ao longo do ano.
A refeição é uma experiência que deve ser vivida na sua totalidade. Sentar-se à mesa, dedicar-se a esse momento, é uma excelente oportunidade para partilhar! São momentos sociais onde aparecem gostos, sabores e opiniões diferentes e informais, partilhadas com quem mais gostamos.
As refeições em família afeta positivamente a vida de diferentes formas:
Fortalece os laços afetivos – as pessoas partilham as suas vivências e conhecem-se mais intimamente. Reforça os vínculos, a atenção e preocupação uns com os outros (é um excelente aliado contra a depressão!).
Promove trocas de ideias – o momento ideal para falar de si, trocar ideias, dicas e promover um debate saudável. Altura mais descontraída para saber que atividades as crianças fizeram, o que gostaram mais, o que aprenderam de novo.
Incentiva a boa alimentação – através do exemplo da alimentação saudável praticada pela família.

Aprendem-se, também, princípios base da educação, como a preparação da refeição (ajudando a confecionar, terão maior vontade de comer), por a mesa, comportar-se à mesa, aguardar para se poder servir, pegar corretamente nos talheres, não falar de boca cheia, mastigar bem antes de engolir, dividir a quantidade, esperar que todos terminem para se poder levantar, arrumar a mesa – tudo isto preferencialmente longe dos telemóveis e outras fontes de distração.
Nunca é tarde demais para criar bons hábitos!

Boas férias!!