CHO assinala Dia Mundial dos Cuidados Paliativos

0
160

Entidade quer sensibilizar a sociedade para a necessidade de garantir cuidados a todos os que deles necessitarem

O Centro Hospitalar do Oeste (CHOeste) associou-se, no dia 9 de outubro, às comemorações do Dia Mundial dos Cuidados Paliativos, iniciativa lançada pela WHPCA – World Hospice Palliative Care Alliance, assente no tema “Não deixe ninguém para trás – Equidade no acesso aos Cuidados Paliativos”. Com este desafio, o CHO pretendeu “celebrar a data e sensibilizar toda a sociedade em geral para a necessidade de garantir cuidados paliativos a todos os cidadãos que deles carecem”.
A Organização Mundial de Saúde define Cuidados Paliativos como Cuidados de Saúde especializados para pessoas com doenças graves e/ou avançadas e progressivas, qualquer que seja a sua idade, diagnóstico ou estádio da doença.
Segundo a Lei de Bases dos Cuidados Paliativos (Lei nº 52/2012), os cuidados paliativos são definidos como “cuidados ativos, coordenados e globais, prestados por equipas específicas, a doentes em situação de sofrimento decorrente de doença incurável ou grave, em fase avançada e progressiva, assim como às suas famílias, com o principal objetivo de promover o seu bem-estar e a sua qualidade de vida, através da prevenção e alívio do sofrimento físico, psicológico, social e espiritual…”.

Equipa intra hospitalar apoiou 278 doentes em regime de consulta interna

Os Cuidados Paliativos “afirmam a vida, promovem o alívio da dor e de outros sintomas geradores de sofrimento, integram os aspetos psicológicos e espirituais do cuidar, ajudam o doente a viver a vida tão ativamente quanto possível, promovem a qualidade de vida e influenciam positivamente o curso da doença”, sublinha o CHOeste, em nota de imprensa.
A entidade sublinha que, atualmente, é imperativa a necessidade das pessoas com doenças graves e/ou incuráveis (oncológicas, cardiovasculares, neurológicas, endócrinas…) terem atempadamente acesso a Cuidados Paliativos. Em Portugal, a prevalência de doenças crónicas incuráveis ronda cerca de 58%.
É neste contexto, e perante as necessidades evidenciadas, que o CHOeste promove uma resposta para esta área de cuidados, com a sua Equipa Intra Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos (EIHSCP). Esta equipa, constituída por médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogas, existe desde 2011, e dá resposta aos doentes das unidades hospitalares das Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras. A EIHSCP tem por missão promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas com necessidades paliativas identificadas e as famílias, em sofrimento, em consequência de doença avançada e/ou progressiva. Garante o acompanhamento da pessoa doente e família em regime de ambulatório, através da Consulta externa de Cuidados Paliativos.
Em 2020, a Equipa Intra-Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos do Centro Hospitalar do Oeste acompanhou 278 doentes em regime de consulta externa, tendo realizado cerca de 1.108 consultas. ■