Lab Centers cria jogos para envelhecimento ativo

0
32

Politécnico de Leiria já “transformou” mais de 70 instituições de todo o país em laboratórios de jogos

O programa Lab Centers, desenvolvido pela AGILidades, uma spin off do Politécnico de Leiria, está a implementar jogos e atividades recreativas para estimulação à comunidade idosa, que trabalham as vertentes de ritmo, perceção corporal, memória e sentimento de felicidade junto dos seniores.
O projeto tem como propósito a “promoção de um envelhecimento ativo e de boas práticas em rede no cuidado geriátrico”, visando tornar as terapias dos idosos num universo mais feliz, e até ao momento já “transformou” mais de 70 IPSS, Entidades Privadas de Apoio ao Envelhecimento e Entidades com Contratos Locais de Desenvolvimento Social de todo o país em laboratórios de jogos terapêuticos.
Cada parceiro inscrito no programa recebe um recheio de quatro kits diferenciados de jogos desenvolvidos e certificados cientificamente pela marca AGILidades, de estímulo e treino de competências de comunicação, atenção, socialização, equilíbrio, ritmo, força, perceção corporal e felicidade, assim como formação e consultoria especializada para a sua implementação (60h de formação distribuída em 12 meses de atuação). Um AGILidades Lab Center recebe ainda um certificado/menção honrosa que o reconhece como “Promotor de Envelhecimento Feliz”, fazendo parte de uma rede de cuidadores de excelência, reconhecida nacional e internacionalmente, salienta o Politécnico de Leiria, em comunicado.
“A pessoa idosa tem necessidade de cuidado permanente, quer do ponto de vista da prevenção, quer do ponto de vista da promoção do bem-estar e da felicidade, exigindo estratégias inovadoras e disruptivas. O cuidado baseado no jogo e na gamificação tem revelado uma forte relação com um envelhecimento mais ativo e feliz”, afirma Marlene Rosa, professora da Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria e fundadora da AGILidades. ■