Filipa Morgado lançou serigrafia dedicada ao mestre Ferreira da Silva

0
570
A artista, que é também arquiteta, é responsável por um projeto cultural que tem sede na aldeia de Cortém (Vidais) | DR

O desenho do mural feito recentemente no Jardim d’Água já pode ser adquirido, já que a autora da peça de arte urbana, reproduziu-o em serigrafia. A iniciativa faz parte do 95º aniversário da Gazeta das Caldas

Já estão prontas as serigrafias de homenagem ao mestre Ferreira da Silva, da autoria da caldense Filipa Morgado.
A iniciativa de homenagem ao artista faz parte da programação dos 95º da Gazeta, que apoiou a concretização de um mural em que Filpa Morgado desenhou e pintou o perfil do mestre, que viveu e trabalhou nas Caldas durante décadas.
A peça de arte urbana, instalada junto ao Jardim d’Água, já pode ser “levada” para a casa dos interessados, pois o desenho foi impresso pela artista em serigrafia.
Esta autora tem um percurso ligado à sua formação de Arquitetura e também tem dado cartas na área das artes plásticas, participando em exposições coletivas e também individuais. No último mês , Filipa Morgado apresentou pinturas na Galeria Apaixonarte, na exposição “Lugar Infinito”, em Lisboa.
A caldense – que tem feito parte de iniciativas de arte urbana que se realizaram em Setúbal e em Moledo (Lourinhã) – está a coordenar o projeto cultural que tem o seu epicentro na aldeia de Cortém, que pertence à freguesia caldense de Vidais. A autora, que fez formação em cerâmica no Cencal, está também a frequentar o mestrado em Gestão Cultural na ESAD.
Ao lado, Filipa Morgado conta, na primeira pessoa, as motivações e o propósito desta homenagem feita com a Gazeta das Caldas a Ferreira da Silva.
As serigrafias já estão à venda na loja da Gazeta das Caldas por 85 euros.