Como prevenir o enfarte

0
45

João Brum Silveira
coordenador nacional do Stent Save a Life (APIC)

Todos os anos mais de 12.000 portugueses sofrem um enfarte agudo do miocárdio. Esta emergência médica ocorre quando uma das artérias do coração fica obstruída o que faz com que uma parte do músculo cardíaco fique em sofrimento por falta de oxigénio e nutrientes.
Os sintomas mais comuns são a dor no peito, por vezes com irradiação ao braço esquerdo, costas e pescoço, acompanhada de suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade. Normalmente estes sintomas duram mais de 20 minutos, e podem ocorrer de forma repentina ou gradualmente. Contudo, os dados que dispomos dizem-nos, por exemplo, que mais de dois terços da população portuguesa não conhece quais são os sintomas do enfarte agudo do miocárdio ou como se devem comportar na presença de sintomas. (…)
É importante a precocidade no diagnóstico, o que implica um tratamento mais rápido com redução significativa da quantidade de músculo cardíaco “perdido” , o que leva a que os doentes tenham um melhor prognostico, isto é que voltem a ter uma vida “normal”.
Para prevenir um enfarte agudo do miocárdio, a alteração dos estilos de vida é uma medida urgente: não fumar, reduzir o consumo de gorduras, açúcar e sal, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, praticar exercício físico regularmente, controlar a tensão arterial, o colesterol e a diabetes, vigiar o peso e evitar o stress. ■