A Semana do Zé Povinho

0
39

O trabalho desenvolvido pelos Bombeiros Voluntários das Caldas da Rainha merece um enérgico aplauso de Zé Povinho, que considera e valoriza todas as instituições que merecem estar acima de interesses pessoais e jogos de bastidores. Ao longo dos mais de 100 anos de vida, a corporção tem sabido conquistar o seu espaço nas Caldas e na região e, por isso, devido aos bons serviços prestados à comunidade, tem tido a devida retribuição por parte das populações. É já no próximo dia 5 de dezembro que os Bombeiros vão organizar o já tradicional Cortejo de Oferendas, um momento de grande importância para a associação humanitária, que pode, com o contributo dos caldenses, reunir verbas importantes para manter os elevados padrões de resposta que tem vindo a ser capaz de dar. Ao comprar esta edição, o leitor também está a ajudar os Bombeiros. Por isso, obrigado! ■

 

Zé Povinho tem uma vontade de rir tão grande com o que aconteceu ao tão avisado Professor Marcelo Rebelo de Sousa, ex-comentador e atual Presidente da República, que parece não ter perdido os tiques da anterior ocupação dileta. Não fossem as consequência desta crise político/partidária, que se vêm juntar à crise pandémica, económica, social e ambiental, o assunto não constituiria grande tema para agitar as águas. Mas a afirmação prévia do Professor Marcelo, de que dissolveria o Parlamento no caso de chumbo à primeira do Orçamento, a crise tornou-se inevitável, uma vez que o resto da geringonça apostou também no mesmo número. Com todos a jogar forte na ilusão de uma crise que não era esperada, afinal foi esse o resultado e o bom Prof. Marcelo ficou com o menino nas mãos… ■