O regresso…

0
1352
notícias das Caldas

Nesta altura do ano, acontecem as reentres – regresso às aulas, ao trabalho pós-férias, aos treinos, aos projetos interrompidos pelo tempo que inspirava descanso e relaxe.
Depois do período de descanso e sem responsabilidades, o regresso à rotina de trabalho pode ser aborrecido, até angustiante e, no limite, conduzir à “depressão pós-férias”.
Os sintomas podem ser múltiplos, desde o sono alterado que induz o cansaço, a falta de motivação e irritabilidade. O “não me apetece”, “lá vou eu outra vez”, e caminhamos com ar pesaroso…
O ideal é saber antecipar e fazer uma transição calma logo nos últimos dias de férias (não, não é deprimir nos últimos dias porque se estão a acabar) – identificar a raiz do problema (o que me desmotiva?) e criar um plano de ação (o que fazer?): manter um pensamento positivo e promover a variedade e a espontaneidade. A maioria dos problemas deixariam de o ser se mudássemos a perspetiva com que olhamos para eles.
Trabalhar um pensamento mais positivo (o que o meu trabalho/escola/treino tem de bom?), antecipar o regresso com entusiasmo, concentrando-se nas partes boas, pensando nos novos projetos, algo que possa mudar para fugir à rotina e motivar – aproveitar a hora do almoço para caminhar, convidar alguém diferente para almoçar.
Tente organizar melhor o seu local de trabalho/estudo, ao seu jeito. Pequenos pormenores podem fazer a diferença, como acrescentar uma fotografia, uma planta, comprar aquele objeto que fica sempre para depois, mas que pode fazer a diferença. Fazer diferente, recomeçar efetivamente!
São tantos aqueles que se queixam em consulta de desmotivação e nada fazem para sair dela. Em vez de perder tempo a lamentar, comece por agir – o que me faria mais feliz? O que está ao meu alcance mudar? O que é que eu posso fazer diferente para me sentir melhor? O segredo está no agir – ação!
Mas uma coisa posso garantir – se se continuar a queixar sem dar o passo, pode ter a certeza que tudo continuará igual… a mudança começa em si, hoje!
Passo a passo, construindo um mindset mais positivo, verá como os seus dias serão mais produtivos e se sentirá melhor.
Bons regressos!!

Psicóloga Clínica
Sara Malhoa