GESTÃO DO STRESS PROFISSIONAL

0
763
Gazeta das Caldas

O stress é parte integrante da vida e não é negativo em si mesmo. A ansiedade que provoca pode até ser saudável, uma vez que é motor de desenvolvimento, faz-nos avançar, tomar decisões, resolver problemas. A dificuldade está na forma como gerimos o stress e a consequente ansiedade.
O stress é difícil de medir e avaliar. Apesar de não ser a principal causa de problemas cardíacos, o stress pode contribuir para o seu agravamento, uma vez que, faz subir a tensão e diminui a imunidade, deixando-nos mais vulneráveis a ataques patogénicos exteriores.
Associados ao stress, surgem sentimentos de medo, cansaço mental, frustração, depressão, insatisfação, irritabilidade, perturbações do sono, hipertensão arterial, dores de cabeça, dificuldades de memórias e concentração, absentismo, desmotivação, isolamento social.
Quais os fatores de risco associados ao stress? A personalidade (mais ou menos resiliente), a auto-estima, a sensibilidade, o grau de escolaridade.
O stress pode ocorrer em qualquer pessoa e em qualquer fase da sua vida. Quando está relacionado com a sua atividade profissional designa-se stress profissional ou ocupacional.
O stress profissional desencadeia-se quando existe insatisfação por parte dos indivíduos quando sentem que o trabalho não colmata as suas necessidades de realização pessoal, quando não partilha dos seus valores ou quando o individuo frustra por não ser recompensado pelo seu esforço.
Posto isto, é fundamental que aprenda a relaxar-se e a levar uma vida, dentro do possível, tranquila.
Na próxima edição, abordaremos Técnicas de Controlo e Gestão de Stress.