Nas PME Excelência, comércio tem mais empresas, mas indústria é o setor que mais fatura

0
53

Comércio tem mais 3 empresas do que a indústria, mas esta fatura mais 48 milhões

Comércio e indústria são os dois principais setores de atividade na economia do Oeste e isso reflete-se de forma evidente no universo das PME Excelência da região.
O comércio é o setor mais representado em número de empresas (38), 28,57% do total. São mais três empresas do que as do setor da indústria, que com 35 empresas tem 26,32% do total das PME Excelência.
O lugar mais baixo do pódio é ocupado por dois setores de atividade, a construção e o turismo, que têm na lista 16 empresas. Isto significa que os dois setores no terceiro lugar, combinados, têm menos empresas na lista do que qualquer um dos dois primeiros.
Os serviços vêm logo atrás, com 14 empresas, mais quatro do que a agricultura, que atinge a dezena de empresas na lista. O setor menos representado é o dos transportes, que tem apenas 4 empresas entre as PME Excelência 2021.
No que ao volume de negócios diz respeito, a ordem no comando inverte-se. A indústria lidera e por larga margem, com 194,5 milhões de euros, contra os 156,9 milhões de euros de volume de negócios das empresas do comércio. Os dois setores de atividade também aumentam de forma significativa a margem para os restantes. A indústria representa 40,9% do volume de negócio das PME Excelência 2021 do Oeste, enquanto o comércio vale 33% do total faturado.
Também nos lugares abaixo há trocas de posição. A agricultura ocupa o terceiro lugar na faturação (37,1 milhões de euros), seguido da construção (33 milhões). ■