Marrocos, uma oportunidade económica para as nossas empresas?

0
196

Sérgio Félix
Gestor e formador

A par de Espanha, Marrocos assume-se como o país mais próximo de Portugal e a segunda capital mais próxima depois de Madrid.
Com uma população de mais de 36 milhões de pessoas Marrocos tem vindo a ter um desenvolvimento económico bastante interessante a par do turismo que tem crescido bastante em detrimento de outros países do norte de áfrica Marrocos assume-se como um destino de férias mais seguro o que tem levado a um grande investimento na área da hotelaria e de toda a cadeira de valor inerente. Apesar deste crescimento e desenvolvimento económico é ainda bastante distante dos rácios europeus, a título de exemplo o rendimento per capita é de cerca de 3000€, seis vezes inferior ao português.
Apesar deste valor poder indicar que o potencial de mercado não é relevante Marrocos é hoje um destino turistico bastante relevante e que pretende manter elevados indices de qualidade e satisfação. Atualmente o pais tem uma aposta bastante grande em infraestruturas públicas, redes de estradas e em energias renováveis tendo objetivo de ser um exemplo no continente africano e de liderança no setor.
Mas será assim relevante para as nossas empresas?
Sim, Marrocos além do desenvolvimento e crescimento económico potencial tem ainda um desígnio relacionado com o mundial de futebol.
O Mundial em parceria com Portugal e Espanha em 2030 tem um vasto plano de investimento para acolhimento de mais turistas, comitivas e todo o potencial turístico que o Mundial trará ao País. É assim objetivo estratégico utilizar o Mundial como uma montra para o que Marrocos tem de melhor e potenciar a internacionalização da sua economia.
Portugal tem aqui uma oportunidade dado que temos um conjunto de produtos necessários a marrocos nomeadamente;
Equipamentos Hoteleiros (a construção, reconstrução e reabilitação da hotelaria e restauração para o mundial necessitam de todos os produtos necessários a esta cadeia de valor);
Energias Renováveis (a aposta na sustentabilidade do país demonstra aqui um conjunto de oportunidades dado este setor em portugal estar bastante mais amadurecido e qualificado);
Metalomecanica um dos setores atualmente com maior peso nas exportações e com carências em vários mercados nomeadamente na construção e obras publicas acima referidas;
Produtos alimentares e derivados, apesar de Marrocos ser um pais com uma agricultura muito competitiva produtos portugueses como vinhos, bebidas, azeites, panificação e laticínios;
Nos têxteis e moda existem necessidades não cobertas pela indústria de Marrocos dada a necessidade de qualidade, design inerentes a investimentos no setor do turismo e produtos que respondam às necessidades dos turistas europeus.
A descrição poderia continuar mas o objetivo do artigo é abrir esta porta para Marrocos poder ser considerada uma oportunidade para as empresas portuguesas. Na ação desenvolvida no mês passado pela AIRO existiu uma aproximação a este mercado pelo que deixo o desafio de os empresários contatar a AIRO no sentido de poderem ser feitas as pontes com este mercado! ■