Missão e catequese de adultos

0
416
notícias das Caldas

Se pudéssemos definir numa palavra as linhas orientadoras do Papa Francisco para a Igreja, essa palavra seria sair. “Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura” (Mc 16, 15).
Parece fácil mas na realidade não o é numa Igreja que tende muitas vezes a ficar ao invés de sair, contudo o Santo Padre quer mudar o paradigma. Sair implica acção, movimento, vontade, esforço, trabalho de equipa.
Trazer Cristo ao mundo, presente a todos, não nos é apresentado como opcional: é obrigatório. Não como algo imposto, mas como natural. Evangelizar para os cristãos faz parte da essência de seguir a Jesus Cristo. É “graça e vocação da própria Igreja”.
Nas palavras do próprio Papa, evangelizar “ainda hoje representa o máximo desafio para a Igreja” e “a causa missionária deve ser a primeira de todas as causas”. Não decorre daqui que devamos todos fazer as malas e partir para lugares longínquos, mas devemos ter bem presente que podemos ir em missão de muitas outras formas: quer seja a dar catequese, a visitar lares e cadeias, quer seja em equipas de trabalho de apoio a quem mais necessita, quer seja a dar apoio na liturgia… De facto, existe um enorme leque de missões para todos e a vários níveis e realidades sociais e muito concretamente ao nível paroquial.
Recentemente esta dimensão da Igreja missionária foi foco do 45º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica, e aí relembrada a Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa de Maio de 2018, que resume este importante papel da Igreja em: Todos, Tudo e Sempre em Missão. O Todos é transversal, dos bispos às crianças, ou seja, todos os baptizados. O Tudo e Sempre, clarificador da natureza de missão de todos os cristãos. Arriscamos a dizer que a plenitude de comunhão com Cristo só ocorre se estivermos sempre em missão.
Decorre do que foi dito acima, que é este fervor missionário que deve pautar a acção de todos os cristãos. Algo que se sente e que deve ser incutido logo desde criança. É algo a que os baptizados são chamados, por coerência com a própria Fé que professam. A atenção da Igreja tem subido, e assim deve continuar, para com aqueles que participam da Santa Missa, mas cuja participação não é plena pois não são baptizados, ou porque não receberam os Sacramentos da Iniciação Cristã.
No caso concreto da paróquia de Caldas da Rainha, todas as semanas de Outubro a Junho, ocorre a chamada catequese de adultos. É aqui que são lançadas as sementes que permitirão receber os Sacramentos da Iniciação Cristã: o Baptismo, a Comunhão e a Confirmação (Crisma), todos ou os necessários.
No entanto, a catequese de adultos em Caldas da Rainha não é só preparação para os Sacramentos, é e deverá ser, um espaço de aprofundamento da Fé, para todos os que o desejem. A formação é orientada para que todos possam no futuro sentir o chamamento de missão, participando assim nas actividades, grupos e serviços vários da Paróquia. Estas catequeses vão mais além da pura transmissão de conhecimentos obrigatórios, são uma partilha de conhecimentos práticos, de vivências concretas e claras.
As inscrições encontram-se neste momento abertas para mais um ano pastoral que está a iniciar. Assim, deixamos aqui o convite de Deus para todos os que desejem participar na Catequese de Adultos, quer seja para receber os Sacramentos de Iniciação Cristã, quer seja para aprofundar a sua Fé e deixar que o Espírito Santo guie cada um na sua missão.

Marta e Miguel Xavier
Pastoral Juvenil