A Oncologia no Hospital das Caldas

0
924
Venho por este meio expor a minha indignação pelo que está a ser feito no Hospital das Caldas da Rainha (HCR) aos doentes oncológicos. É revoltante o que nos estão a fazer no HCR. A nova Direção do HCR resolveu fechar a unidade do Hospital de Dia e enviar os seus utentes, os que fazem os tratamentos dolorosos e extremamente cansativos, para a unidade Hospitalar de Torres Vedras. É mau para os utentes de oncologia (que já sofrem com os tratamentos de quimioterapia a que estão sujeitos) levá-los a viagens desgastantes, ainda mais quando até ao dia 15 de Março estes ainda eram efetuados no Hospital de Dia de Caldas da Rainha. É triste que em vez de se melhorarem as condições destes mesmos doentes, se tomem estas opções sem se quer consultar ou informar quem quer que seja. As opções desta nova Direção do HCR liderada pela Exma. Sra. D. Ana Paula de Jesus Harfouche têm em conta o quê? Não é só irmos para Torres Vedras. É também deixar enfermeiros e médicos a que já estávamos habituados por tão bem nos tratarem e agora também eles, provavelmente apanhados de surpresa por estes acontecimentos repentinos e estas resoluções que não lembram a ninguém. Espero que sejamos ouvidos para que se voltem a fazer os tratamentos oncológicos no Hospital de Dia do HCR.
Luis Abrantes
(Filho de uma doente oncológica)
NR Gazeta das Caldas contactou a administração do CHO que nos enviou o seguinte texto:
O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste recebeu, no dia 15 de abril de 2016, o relatório da inspeção do INFARMED realizada aos Serviços Farmacêuticos. Este relatório identificou não conformidades no seu funcionamento, impondo a suspensão imediata da administração de citotóxicos (quimioterapia). Na sequência desta ocorrência, o Conselho de Administração tomou as seguintes medidas: – deu cumprimento à imposição do INFARMED, suspendendo de imediato a preparação e a administração de citotóxicos no Hospital de Dia de Oncologia da Unidade de Caldas da Rainha, reorganizando o circuito terapêutico, com rigor e segurança, para os doentes em tratamento com quimioterapia; – assim, e por forma a garantir a continuidade dos tratamentos destes doentes, agilizou-se o seu encaminhamento para o Hospital de Dia de Oncologia da Unidade de Torres Vedras, assegurando o transporte destes doentes entre as unidades hospitalares do Centro Hospitalar do Oeste; – informa, ainda, que todos os doentes do Hospital de Dia de Oncologia da Unidade de Caldas da Rainha, que não necessitem de tratamento com citotóxicos (quimioterapia), continuam a ser tratados neste Serviço; Paralelamente, o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste está a estudar soluções para que, no futuro, estas não-conformidades, sejam resolvidas.
Conselho de Administração do CHO